O treino de reforço muscular no ciclismo

O treino de reforço muscular no ciclismo

11 de Novembro, 2018 Não Por Cycling Domestique

Ao contrário do que acontecia há uns anos atrás, hoje é consensual que o treino de reforço muscular traz ganhos importantes para o ciclista em termos de performance.

Barbell and kettlebell weights

O objectivo do treino de força no ciclismo é aumentar a resistência à fadiga, fazendo com que o ciclista consiga produzir um determinado esforço durante um período mais longo de tempo.

À primeira vista poderá pensar-se que o mais importante a treinar são os membros inferiores, no entanto é fundamental trabalhar todo o corpo, membros inferiores, membros superiores e especialmente o core.

O core são os músculos abdominais, lombar, pelve e quadril e são os responsáveis pela ligação entre os membros superiores e os inferiores e pela estabilização dos movimentos do nosso corpo.

Um core forte e estabilizado contribui para a melhoria da performance do ciclista através do aumento da rigidez do tronco, contribuindo desta forma para o aumento da potência exercida pelos braços e pernas. É também fundamental na prevenção de lesões.

Habitualmente o treino de força tem maior incidência na fase inicial da época, no período de base, no entanto deverá ser estabelecida uma rotina para manutenção ao longo de toda a época.

Obviamente que o acompanhamento especializado é recomendado e trará mais valias, no entanto há uma série de exercícios que podemos facilmente executar em casa e que nos assegurarão uma boa preparação.

Recomendo uma visita ao site da Thomas Endurance Coaching, onde podem encontrar uma excelente compilação de exercícios para trabalho dos membros superiores, inferiores e core, devidamente suportados por vídeos demonstrativos, para além de alguns artigos também bastante interessantes.

Siga-nos nas Redes Sociais: